quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Intertextualidade entre Bandas Piauienses e Literatura Mundial


Intertextualidade é quando determinado texto dialoga com outro, de modo explícito ou não, citando a fonte ou não, geralmente através de superposição ou colagem. Por vezes ocorre certa confusão entre paráfrase, paródia e a intertextualidade, em geral, a primeira ressignifica palavras do texto-fonte ou mesmo altera algumas, a segunda quando não escracha, reutiliza o texto com fim cômico e a última já explicamos.

Pretendo aqui dar a conhecer alguns exemplos de intertextualidade nas letras de bandas piauienses, a primeira delas, Os Caipora, que deram ritmo ao Poema Erótico de Manuel Bandeira. Tenho nos meus arquivos pessoais uma demo chamada "Vamo na Baia", por infelicidade as músicas não possuem informações como nome das faixas, foto de capa etc. Não há no youtube ou em nenhum outro site o som disponível para dar uma conferida. Bem, pelo menos eu não encontrei. De toda forma fica aqui o link do famoso blog Batumaré, com raridades da música Piauiense e onde é possível baixar a demo d'Os Caipora. 




O poema de Bandeira foi musicado por Hernane Felipe (vídeo acima), quando este integrou a banda, então acho que vale assistir um vídeo em que ele toca a música já enquanto artista solo numa versão cujo swing deixa a desejar em comparação à primeira gravação.




Segue também (acima) poema recitado do Bandeira na íntegra e um vídeo #zueiranadaaver (abaixo) da banda Chiclete com Banana tocando a música 'Foi Por Esse Amor' no extinto programa Som Brasil. Esta canção da axé music possui trechos do mesmo poema.



Validuaté é a próxima. A banda possui uma demo, dois CDs, um EP e um DVD ao vivo a ser lançado. No “Pelos Pátios Partidos em Festa”, o poeta Jorge Mautner é citado em ‘Superbonder’, sucesso desse primeiro disco. 



A abertura do segundo é com citação de um dos sete poemas portugueses de Ferreira Gullar. Com isso, Validuaté foi longe e  perto, primeiro no Maranhão de Gullar buscar referência literária, depois no Império austro-húngaro onde nascera Rainer Maria Rilke, escritor do livro Elegias de Duíno, onde podemos encontrar o verso “todo anjo é terrível”, utilizado na canção 'Plaina Maravalha' do disco “Alegria Girar”, segundo da banda.







Após ir para a Europa, voltar, passar no Maranhão, Validuaté não precisou mais ir tão longe. No EP “Este Lado Pra Cima”, a banda musicou e gravou um poema inédito e em inglês do piauiense Torquato Neto. De acordo com José Quaresma, vocalista, a oportunidade surgiu da seguinte forma, "na verdade fomos convidados a fazer parte de um projeto maior, o publicitário George Mendes convidou alguns compositores para musicarem poemas inéditos do Torquato. O Thiago recebeu alguns textos e apresentou pra banda. Como era uma parceria bem inusitada, decidimos fazer algo que fosse diferente de tudo o que a banda e o Torquato fez", conta. Pois bem, a música gravada foi “I Feel So Sad This Evening”. No lyric vídeo (após Plaina Maravalha) dá para acompanhar a letra de fácil tradução.



É possível que haja mais intertextualidade na obra da Validuaté, vale ressaltar que a banda possui um poeta, o Thiago e, formado em Letras Português. O vocalista José Quaresma formou-se em Letras Inglês. O ex-baixista da banda possui a mesma formação de Thiago, e, se não me engano, mestrado e doutorado foram possíveis motivos para sua saída da banda.



Em seguida temos a banda FronteirasBlues com a canção “O Que Desregra os Sentidos”, cuja expressão, é muito usada em textos de Psicologia e relacionados ao filósofo Nietzsche, foi cunhada inicialmente por Rimbaud de quem Jim Morrison bebia da fonte e de quem deste, é sabido, Janis, vocalista da Fronteiras Blues, é fã. Ou seja, temos um caso de intertextualidade da intertextualidade da intertextualidade. Arthur Rimbaud dizia: “Um poeta torna-se um sonhador através de um longo, ilimitado e sistemático desregramento de todos os sentidos. Todas as formas de amor, de sofrimento, de loucura; investiga-se a si próprio, consome dentro de si todos os venenos e preserva as suas quintessências”. Mas de fato, após estudar ambos os artistas, Rimbaud e Morrison, seus biógrafos acabaram utilizando a expressão para explicar o modo desregrado de vida que os dois preferiram, optaram por levar. Enfim, vamos à próxima.





Para encerrar fugirei um pouco da intertextualidade Música X Literatura e migro para a intertextualidade Música X Música com Narguilé Hidromecânico e sua 'Jumento Bom', inspirada em 'Apologia ao Jumento' (versão estendida) do rei do Baião, Luiz Gonzaga.




Um dia, se a preguiça permitir, essa lista talvez aumente.


Atualizado às 13h12


Coincidentemente a banda Fronteiras Blues liberou nesta sexta (09), -mesma data de publicação deste artigo-, para audição a versão de estúdio da música mencionada acima com um mini-release no qual afirma uma relação da canção com um poema de Augusto dos Anjos. Mais um pra conta da Intertextualidade.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Top